• Rua 25 de Maio, Nº 119, 5370-535 MIRANDELA
  • Tel: 278 400 400
  • Atendimento Permanente 24H/365 Dias

A Osteoporose é normalmente assintomática: Fatores de risco

A Osteoporose é normalmente assintomática: Fatores de risco
20 de Outubro, 2020

A Osteoporose é normalmente assintomática: Fatores de risco

Osteoporose é o nome dado à perda gradual de massa óssea. Esta condição torna os ossos
mais frágeis e porosos, colocando a pessoa em maior risco de fraturas.

É normalmente assintomática, sendo o envelhecimento o principal fator da degeneração
óssea. Nas mulheres é mais comum devido ao desequilíbrio hormonal, a estrutura óssea
começa a ficar mais frágil a partir dos 35 anos. No sexo contrário, em média é a partir dos 40
anos que também gradualmente esta condição poderá agravar-se.

Por ser assintomática, quando é diagnosticada já estará num estado avançado, podendo
apresentar sinais como:
▶Deformações ósseas doloridas
▶Maior propensão a fraturas

 

Fatores de risco da Osteoporose

Além da menopausa e envelhecimento, existem outros fatores de risco que podem promover
esta condição:
▶Deficiência de cálcio na dieta
▶Tabagismo e abuso de álcool
▶Propensão genética
▶Colesterol
▶Diabetes
▶Disfunção na tiroide
▶Doenças crónicas como insuficiência renal

 

A Osteoporose tem cura?

O portador deverá ter um acompanhamento médico regular para prevenir lesões e evitar
dores.
O tratamento, pode passar por exercício físico regular que deve ser feito como prevenção, e
não quando já estiver num estado avançado.
Podem ser recomendados medicamentos e suplementos de cálcio e vitamina D, com o
objetivo de aumentar a massa óssea.

 

A prevenção continua a ser o melhor remédio, por isso, vigie a sua saúde mesmo que, com cuidados redobrados devido à fase atual de pandemia.

Translate »