• Rua 25 de Maio, Nº 119, 5370-535 MIRANDELA
  • Tel: 278 400 400
  • Atendimento Permanente 24H/365 Dias

ACIDENTES COM LAREIRAS

ACIDENTES COM LAREIRAS
20 de Dezembro, 2019

ACIDENTES COM LAREIRAS

 

Com a chegada do tempo frio, aumentam os casos de acidentes relacionados com a utilização de lareiras. Estes acidentes podem ser fatais e apesar de serem frequentes, não são exclusivos das zonas rurais do país!

Porque acontecem?

Estes acidentes são mais frequentes nas zonas rurais do país, porque o aquecimento das habitações é feito com recurso à combustão de lenha, como é o caso das lareiras e braseiras.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), entre 2002 e 2016 verificaram-se, em média, 10 óbitos por ano derivados destes acidentes. A maior parte destes acidentes aconteceu na região Norte do país, onde se registam temperaturas mais baixas. Nesta mesma região, 71% destes óbitos foram provocados por acidentes domésticos com lareiras ou braseiras.

Qual é o perigo?

Os principais perigos dos acidentes com lareiras são a intoxicação por monóxido de carbono e as queimaduras, muitas vezes graves.

Intoxicação por Monóxido de Carbono

Enquanto a intoxicação por gás doméstico é rara, porque o gás contém um odor característico que permite detetar facilmente a sua presença, a intoxicação por monóxido de carbono é “silenciosa”.

O monóxido de carbono é um gás que resulta da combustão e não possui qualquer tipo de odor, sabor ou cor, espalhando-se no ar ambiente sem que as pessoas se apercebam. É gerado quando os combustíveis fósseis – gasolina, madeira, carvão, gás propano, óleo e metano – não ardem completamente. A exposição a este gás provoca intoxicações graves e poderá mesmo causar a morte.

Numa avaria de um aparelho de aquecimento ou de um motor de combustão, o monóxido de carbono fixa-se nas moléculas do sangue responsáveis pelo transporte de oxigénio. Durante uma intoxicação, a pessoa morre asfixiada porque o seu sangue já não consegue anexar oxigénio.

·         Quais os sintomas de intoxicação?

Quando inalado, os sintomas não se associam diretamente a uma situação de envenenamento.

– Dores de cabeça

– Náusea

– Sonolência

– Mal-estar

Estes sintomas ocorrem lentamente. Durante o sono, estes sintomas não são suficientemente fortes para acordar a pessoas, e consequentemente os alertas não são sentidos, causando a morte.

·         Como evitar?

– Deixe circular o ar na sua casa

– Verifique que as grelhas de ventilação não estão obstruídas

– Os aquecedores portáteis são destinados a utilizações de curtos períodos

– Anualmente recorra a técnicos especializados para verificar as suas instalações

Lareiras e outros equipamentos utilizados no quotidiano nos dias mais frios, como as salamandras, os aquecedores, os recuperadores de calor ou caldeiras, aumentam também os riscos de incêndio, além de outros acidentes domésticos, como queimaduras.

Queimaduras com Lareiras

Para além dos acidentes fatais por intoxicação, também é habitual ocorrerem queimaduras, mutas vezes graves. Os grupos de risco são:

– Crianças

– Adultos dependentes, com limitação de mobilidade

– Diabéticos, por terem uma sensibilidade à dor muito reduzida (são frequentes as queimaduras nas mãos e, particularmente, nos pés).

Como evitar os acidentes com lareiras?

As famílias devem ter cuidados redobrados durante o inverno:

– Um adulto responsável deve vigiar as lareiras ou outras fontes de combustão acesas

– Não se aproxime demasiado da lareira, sobretudo se é diabético

– Não mantenha a lareira acesa em salas fechadas

– Mantenha sempre uma ventilação para a renovação do ar

– Inspecione regularmente as suas instalações (chaminés e condutas)

– Tenha atenção às brasas que podem cair em tapetes ou mobiliário perto das lareiras

– Nunca se deixe adormecer numa divisão com lareira acesa ou aquecimento ligado

Tenha presente os riscos das lareiras e outros dispositivos de aquecimento e conheça os sintomas de intoxicação por monóxido de carbono.

Em caso de emergência, saiba que o Hospital Terra Quente tem um serviço de Atendimento Permanente, 24h por dia e 365 dias por ano!

Mantenha-se atento, seja cauteloso!

Translate »